quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Que palavras podem esconder os nossos nomes

Num momento de exploração dos ficheiros de escrita, surgiu um interessante jogo de tentativa de adivinhar quais as letras que constavam nas palavras e consequente "leitura" das mesmas.
A partir deste jogo, fomos descobrir quais as palavras que poderiam caber no nosso nome. Em pequenos grupos, reunimos ficheiros de animais, alimentos, veículos, entre outros, e procurámos palavras que  começassem com as letras dos nossos nomes.
Assim, partindo de um interesse jogo criado por um grupo de crianças, desafiámos a nossa capacidade de reconhecer letras e consequentemente palavras. 
Assim nascem desafios lúdicos e contextualizados de escrita!

A acuidade do olhar

Recentemente temos conversado, em sala, sobre o nosso empenho e dedicação na pintura. Sentimos que investimos pouco nas nossas produções e que deveríamos desenvolver um olhar mais atento. 
Uma das formas de desenvolvermos este olhar atento ao pormenor aconteceu aquando da proposta de pintura de continuidade, onde o desafio foi dar continuidade às imagens sugeridas.
As produções foram surpreendentes e a vontade de divulgar à comunidade escolar foi mais que muita. Assim, visitámos a Sala da Mónica, a fim de partilhar com estes nossos amigos as nossas produções.
Foi surpreendente perceber o significado que estas tiveram para o nosso grupo, bem como foi gratificante sentir o feedback dos pares.
Há experiências que são mesmo fundamentais para chegar mais além!

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Locutor por um dia

Na passada semana, concretizámos a nossa vontade em melhor conhecer como funciona a vida de um locutor de rádio. Apesar das dificuldades e barreiras que nos foram colocadas em  poder visitar um estúdio de rádio, não baixámos os braços e rumámos ao museu da radio e televisão portuguesa (RTP). Pela proximidade e facilidade de deslocação, fomos de autocarro da Carris, momento que adorámos!
Aqui, para além das nossas questões centrais em redor da rádio, pudemos conhecer parte da história de vários recursos audiovisuais, bem como ouvi-los em funcionamento. Entre eles, destacamos o telefone de disco, o gira-discos e a grafonola que adorámos conhecer. 
Entretanto chegámos à tão ansiada experiência de locutor de rádio. Neste espaço, pudemos conhecer os recursos materiais e técnicas utilizadas, bem como o papel do computador é fundamental na gestão das gravações. Para além de pudermos simular uma pequena emissão, adorámos ouvir as nossas vozes gravadas!
Mais uma vez o contato com o mundo real foi fundamental para a nossa percepção deste tema. Obrigado às famílias e a todos os elementos da comunidade que nos ajudaram :)

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

De onde vem a eletricidade?

No âmbito do projeto da "De onde vem a eletricidade?", visitámos o museu da eletricidade em Belém. As curiosidades eram mais que muitas e, pela experiementação e visita pelas várias fontes de energia, acabámos por enriquecer os nossos conenhecimentos.
Ficamos a conhecer diferentes fontes de energia , entre as quais a força da água, o sol, o vento e o carvão. Este último, foi alvo de uma maior explicação, já que aprendemos que este museu foi, em tempos, uma central elétrica de produção de eletricidade a partir do carvão.
Voltámos para a escola cheios de novas arendizagens que decerto apoiarão a nossa divulgação deste projeto.