quinta-feira, 27 de abril de 2017

Um dia no Zoo

As explorações são inesgotáveis, as aprendizagens aos milhares e sorrisos aos molhos quando passamos um dia no zoo. É difícil ficar indiferente à envolvência das crianças, num dia em que, também nós adultos, somos crianças. Aqui ficam ilustrados alguns desses momentos.

Depois do projeto do rugby

Depois de todo o processo vivenciado com o projeto em redor do rugby, recebemos elementos da sua federação que, connosco partilharam uma tarde diferente. 
Para além de podermos contactar com todo o vocabulário inerente a este desporto, pusemos em prática os valores e principios adjacentes ao mesmo, através de vários jogos de grupo e/ou equipas.
Obrigado à Federação que tornou possivel a concretização desta nosssa vontade - poder melhor conhecer este desporto que tanto interesse nos despertou!

terça-feira, 4 de abril de 2017

E se a minha casa voasse?

A M.N. partilhou connosco a história "A casa que voou", e com ela viajámos até terras longínquas pois, afinal de contas, uma casa até pode voar bem longe!
Em seguida, esperava-nos ainda a proposta de cada um construir a sua casa e decorá-la da melhor forma.
Assim foi, adorámos imaginar como seria se a nossa casa voasse, bem como se estas sobrevoassem a nossa sala!
Assim, todos os dias, e debaixo do mesmo teto, admiramos as nossas produções que agora sobrevoam o nosso dia-a-dia na sala!

Maria café no pucaro!

Pappy e o Cuisenaire

As interpretações criativas e abstratas método Pappy, levaram-nos agora a explorações e redor das potencialidades das barras de Cuisenaire.
Através deste material, explorámos quantidades, atribuímos significados e relações numéricas, bem como podemos decompor números. 
Começámos por explorar livremente, e, gradualmente, fomos complexificando as descoberta, que depois registámos em papel.

quinta-feira, 23 de março de 2017

Bolas, bolas e mais bolas...

Com a ajuda da família da B.R. e comemorando o seu aniversário, explorámos várias potencialidades que as bolas têm no nosso dia-a-dia.
Com estas pudemos jogar, pintar e até fazer malabarismo!

A família continua a semear saber...


quinta-feira, 9 de março de 2017

quinta-feira, 2 de março de 2017

A sonoridade matemática

Há muito que o método matemático Pappy invadiu a nossa sala, com propostas neste domínio que conduzem a um maior raciocínio matemático abstrato e criativo. Nestes momentos de trabalho curricular comparticipado, são construídos conceitos, pelas propostas colocadas pelo adulto que, inquietando o grupo, lhes transmite propostas matemáticas através de situações do dia-a-dia e que, muitas vezes, partem de outros domínios.
Hoje partimos de uma propostas de construção de padrões rítmicos pelo recurso a instrumentos de percussão - as clavas.
Começámos por perceber como as poderíamos utilizar, cirando uma sequência que logo se transportou para um registo escrito. 
Logo o grupo percebeu de que este remetia para um conhecido registo de padrão matemático. Desta forma, o grupo foi convidado a continuar o registo e, em seguida, sugerir padrões para serem produzidos através do uso destes instrumentos.

E assim, através de uma propostas musical, construímos conceitos matemáticos que, acima de tudo, potenciam a visão abrangente e abstrata da matemática no nosso dia-a-dia.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Como se forma o arco-íris?


A riqueza das interações

É inegável a riqueza das partilhas que fazemos em pequeno grupo. As atividades que desenvolvemos nos momentos de exploração das áreas da sala, são situações potenciadoras de múltiplas relações, em que os diálogos são situações de ascensão  de conhecimento.
Aqui ficam algumas dessas partilhas...
Descobertas e explorações de materiais da escrita

Diálogos em redor das construções nos jogos de chão

Inquietações matemáticas


 Troca de ideias no desenho

Construções partilhadas de figuras geométricas no geoplano